Inovação Disruptiva

Conheça as aplicações da inovação disruptiva na educação

webinar-pix

Os avanços tecnológicos e seus impactos na sociedade fazem com que a inovação disruptiva seja indispensável para trazer melhorias e atender as necessidades das pessoas no mundo moderno.

Isso acontece em diversos setores como uma maneira de realizar mudanças no mercado para que os produtos ou serviços se tornem mais simples, acessíveis e sustentáveis. Dessa forma, ela pode ser muito benéfica também para a educação.

O importante é compreender que um mundo em transformação exige soluções criativas e mais eficazes, que usem a tecnologia como ferramenta para facilitar a vida humana. Por isso, a renovação é um processo essencial.

Para que você entenda melhor o que é a inovação disruptiva e quais são seus impactos em nossa vida, neste post explicaremos o seu conceito e como ela pode acontecer na prática. Acompanhe a seguir!

O que é inovação disruptiva?

Como vimos, a inovação disruptiva é uma renovação do mercado para apresentar soluções modernas para a nossa vida prática. O conceito é resultado dos estudos do professor da Harvard Business School Clayton Christensen, que se tornou referência em inovação para gestores do mundo todo.

Assim, a inovação disruptiva precisa trazer uma mudança significativa para algum setor ou mesmo a criação de algo. Para isso, ela se baseia em 3 pilares: acessibilidade, conveniência e simplicidade. Entenda melhor cada um deles.

Acessibilidade

Não adianta criar um produto ou recurso fantástico que não chegue até as pessoas. Por isso, a disrupção precisa ser acessível para que exerça a transformação. O objetivo é encontrar meios de facilitar a produção das tecnologias, para que elas ampliem o seu alcance.

Conveniência

A inovação tecnológica deve estar conectada com a realidade prática das pessoas, de modo que traga soluções para problemas que são enfrentados em seu cotidiano. É preciso ter o olhar atento às necessidades da sociedade e encontrar respostas convenientes para propor melhorias.

Simplicidade

A tecnologia do cotidiano deve ser fácil de ser utilizada para que alcance uma parte significativa das pessoas. Equipamentos que exijam muito conhecimento técnico ou que tenham um design difícil não são acessíveis para o grande público.

Como ela pode ser aplicada nos diversos setores?

Entendemos qual o conceito da inovação disruptiva, agora, é importante ver como isso funciona na prática. Confira alguns exemplos de inovações em diferentes setores!

Airbnb

Airbnb é uma plataforma para aluguel de imóveis ou acomodações para períodos mais curtos. O site faz a mediação entre pessoas que precisam de um local para se hospedar e aquelas que têm o espaço disponível.

A solução é barata e traz muitas vantagens para os usuários. O Airbnb está presente em quase 200 países e tem uma avaliação bilionária superior a da Hilton, que é a maior rede de hotéis do mundo.

Waze

O Waze é um aplicativo para smartphones em que os motoristas trocam informações sobre o trânsito e o trajeto. Com isso, permite que as pessoas cheguem ao seu destino com mais tranquilidade e eficiência.

como se preparar para a quarta revolução industrial

É possível dirigir com o aplicativo aberto, o que ajuda a melhorar seus resultados para os usuários. Ele também é uma alternativa barata, de uso muito simples e que traz bastante facilidade para as pessoas.

Netflix

A pirataria é um problema antigo para a indústria do entretenimento. Da mesma forma, as pessoas tinham algum trabalho para encontrar as atrações desejadas. A Netflix percebeu essa falha e encontrou uma solução ideal: concentrar filmes e séries em uma única plataforma por um preço bastante acessível.

WhatsApp

O WhatsApp é um ótimo exemplo de ferramenta simples e que trouxe uma revolução para a comunicação. Ele concentra diferentes funções e permite o contato com várias pessoas com muito mais facilidade, o que beneficia diversos outros setores.

Como a inovação disruptiva contribui com a educação?

Com tantas vantagens que a tecnologia pode trazer para a nossa vida, a educação também pode ser beneficiada. Essa é uma forma de agilizar o cotidiano da escola, além de melhorar a satisfação dos alunos, que também têm características novas que precisam ser consideradas.

As ferramentas modernas ganham seu espaço e contribuem para que as habilidades necessárias para se destacar no mundo atual sejam desenvolvidas. Além disso, tornam o aprendizado mais estimulante e dinâmico.

Abaixo, veja algumas aplicações da inovação disruptiva na educação!

Novos recursos para leitura

Se antes o aprendizado acontecia apenas pela leitura impressa, atualmente existem muitas formas de ler e estudar em qualquer lugar. Os textos ganharam novos formatos para se adaptar à mudança dos equipamentos e aplicativos, que acumulam funções que otimizam o processo. Hoje em dia você pode carregar vários livros em apenas um aparelho.

Plataformas de ensino

O aprendizado online já é algo consolidado, com recursos suficientes para que se desenvolva sem prejuízos. A possibilidade de fazer cursos com pessoas que são referência em determinada área e aprender sem sair de casa é um ganho importante para a educação.

As plataformas podem beneficiar o ensino presencial, como um recurso para enriquecer as aulas e permitir maior aprofundamento. Além disso, favorecem o aprimoramento pessoal. Um ótimo exemplo é a Udemy, uma plataforma de EAD que permite aprender mais em diversas áreas.

Conhecimento em rede

A educação tradicional divide o conhecimento em matérias que não dialogam entre si. A interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade são necessárias para o bom aprendizado e são uma aposta para a educação do futuro.

Por isso, a viabilização de redes para que os professores integrem os saberes e construam projetos de ensino coletivos, com metodologias ativas e mais centradas no aluno, deve ser aprimorada. Essa é uma tendência para melhorar o processo de ensino e aprendizagem que merece destaque.

Assim, a inovação disruptiva é uma estratégia para fazer o melhor uso das tecnologias em benefício das pessoas. É importante que se adote uma cultura da inovação na educação, que estimule os estudantes a explorar novas ferramentas a fim de que também encontrem soluções e se adaptem às transformações da sociedade.

Gostou das informações deste post? Então, não perca nenhum de nossos conteúdos. Assine a newsletter e receba nossas atualizações diretamente em seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros