Ferramentas síncronas e assíncronas: como usar no ensino a distância

Atualizado em

O ensino a distância é um processo educacional que pode ser conduzido de diferentes maneiras, trazendo resultados distintos no processo de aprendizagem. A utilização de ferramentas síncronas e assíncronas faz parte desse contexto e oferece possibilidades variadas e complementares.

Os desafios do ensino a distância são variados, sendo que é importante oferecer alternativas para melhorar o engajamento dos alunos e o aprendizado. Existem métodos que aproveitam o contato direto com os professores, enquanto outros dão mais liberdade e autonomia para esse processo, sendo importante encontrar um equilíbrio entre essas abordagens.

Neste artigo, vamos entender o que são ferramentas síncronas e assíncronas e como elas são utilizadas. Além disso, traremos exemplos do uso delas no ensino a distância. Continue a leitura!

O que são ferramentas síncronas?

As ferramentas síncronas são aquelas que precisam da participação do aluno e do professor ao mesmo tempo e no mesmo ambiente. Sendo assim, ambos devem estar conectados no mesmo horário e interagir de alguma forma para que a aula aconteça conforme o planejado.

A interação não é uma obrigatoriedade, porém, os professores têm a possibilidade de solicitar a participação e colaborações dos estudantes de alguma maneira. Do mesmo modo, os alunos podem tirar suas dúvidas e apresentar questionamentos em tempo real.

Essa possibilidade traz diversos benefícios para o processo de aprendizagem, principalmente a de tirar dúvidas. Também é uma forma de compreender qual é o engajamento do aluno com o curso, pois ele precisará estar no horário certo em todas as ocasiões.

As aulas do ensino a distância nessa modalidade exigem, ainda, que o aluno esteja concentrado de modo semelhante ao de uma aula presencial. Dessa forma, é possível conseguir qualificar o processo de aprendizagem e aumentar o engajamento de maneira efetiva, evitando a evasão.

O que são ferramentas assíncronas?

As ferramentas assíncronas são aquelas que não precisam de conexão simultânea em tempo real. Sendo assim, mesmo que alunos e professores não estejam conectados ao mesmo tempo, é possível dar continuidade às atividades.

Sendo assim, as assíncronas trazem mais liberdade e flexibilidade para o ensino, tanto para os estudantes quanto para os professores. Por meio delas, cada um pode conduzir o aprendizado de acordo com suas preferências, como tempo, local e horário.

Os professores também conseguem mais autonomia, pois podem gravar as aulas e não precisam estar online em um horário específico. Desse modo, é possível produzir um conteúdo direto, sem interrupções e que pode ser aproveitado por muito tempo.

Para que esse modelo funcione de maneira eficiente, os alunos precisam de mais comprometimento, pois serão os responsáveis por controlar seus hábitos de estudo. No caso das assíncronas, também é possível avaliar o aprendizado do aluno por meio de avaliações e testes depois do momento de aprendizado.

Como utilizar essas ferramentas no ensino a distância?

O ensino a distância traz diversos desafios para as instituições de ensino como o engajamento dos alunos, o relacionamento entre professores e estudantes, entre outros. As ferramentas síncronas e assíncronas trazem recursos importantes para qualificar esse processo. Vamos conhecer mais sobre as alternativas de cada modelo!

Síncronas

Webconferências

As webconferências são um modelo bastante conhecido de EAD e funcionam como ferramentas síncronas. De maneira geral, os estudantes acessam um portal ou um link para assistir à aula no mesmo tempo da transmissão.

Essa é uma ferramenta muito importante para estreitar relacionamentos e gerar maior engajamento com os alunos. Por meio dela, os professores conhecem cada estudante, conseguindo entender melhor suas necessidades e motivando o estudo. Do mesmo modo, os estudantes têm um canal direto de comunicação, que pode ser usado para tirar dúvidas, por exemplo.

Chats

Os chats, também conhecidos como salas de bate-papo, são plataformas que permitem a troca de mensagens em tempo real. No meio educacional, eles contribuem para promover a interação entre alunos e professores. Para que o processo aconteça de forma efetiva, é necessário que estejam online ao mesmo momento.

Assíncronas

Fóruns de discussão

Os fóruns são espaços que permitem a discussão de diferentes temas entre os estudantes, que são os principais responsáveis pela escolha dos assuntos. As mensagens ficam armazenadas no sistema, em um banco de dados, e podem ser acessadas em qualquer momento, o que torna essa uma das ferramentas assíncronas.

Uma vantagem do fórum é a possibilidade maior de organização dos conteúdos, o que facilita a discussão e possibilita a interação entre os estudantes. Dessa maneira, eles conseguem informações sobre os assuntos de seu interesse, contribuindo para melhorar a compreensão dos temas e o aprendizado.

E-mails

Os e-mails são outra ferramenta assíncrona que pode ser empregada no ensino a distância. Esse recurso é uma opção segura de comunicação entre professores e alunos, que garante a troca de informações diretas e mais detalhada.

Outra funcionalidade interessante do e-mail é a viabilidade para transferir arquivos importantes, o que é útil para enviar trabalhos e contribui no processo de avaliação. Além disso, esse é o canal que os estudantes podem utilizar para tirar dúvidas pessoais, de maneira detalhada e sem envolver outros alunos.

Blogs

Outra possibilidade de interação assíncrona entre professores e alunos são os blogs. Por meio deles, o professor consegue passar o conteúdo necessário para os estudantes em diversos formatos, como vídeos, áudios, textos, links e sugestões de leitura.

Assim como nos fóruns, é possível abrir um espaço para os comentários, logo após o conteúdo. Desse modo, os alunos conseguem tirar dúvidas sobre os temas abordados ou mostrar suas opiniões sobre os assuntos.

Neste artigo, conhecemos um pouco mais sobre as ferramentas síncronas e assíncronas e como elas podem ser empregadas no ensino a distância. Não existe um modelo ideal ou que seja o mais adequado, sendo que a utilização de ambos permite que diversos aspectos sejam explorados, qualificando o processo de aprendizagem. Portanto, vale a pena escolher as estratégias que serão implementadas e promover um bom relacionamento entre professores e alunos.

Gostou de conhecer mais sobre este assunto? Deixe um comentário em nosso artigo contando uma experiência na área ou tirando dúvidas sobre a utilização desses recursos em sua estratégia!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros