Como os cursos livres podem ser oferecidos pela instituição? Entenda!

Atualizado em

Os cursos livres são uma oportunidade de qualificação profissional diferenciada e disponível para diferentes públicos. Apesar de não serem reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), eles são legais e trazem conhecimentos relevantes em diversas áreas de atuação, sendo uma boa oportunidade para estudantes que desejam mais qualificação.

Esse tipo de curso tem duração variável e não exige comprovação de escolaridade anterior. Os certificados de conclusão são emitidos pelas próprias instituições, respeitando critérios acadêmicos e a evolução dos alunos. São disponibilizadas oportunidades em diversas áreas, como fotografia, desenho, mecânica, costura, entre outras.

Neste artigo, vamos entender quais são os desafios e as principais vantagens de investir em cursos livres na sua instituição de ensino superior (IES). Continue a leitura!

Quais são os desafios de implantar os cursos livres?

Para que a estratégia de cursos livres seja implantada com eficiência, é importante entender os desafios dessa área. Conheça os principais!

Entender as leis que regem esse modelo de ensino

Muitas instituições de ensino hesitam em criar uma estratégia de cursos livres pois não entendem as leis que regem essa modalidade. De acordo com a Lei nº. 9394/96, o Decreto nº. 5.154/04 e a Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97), esse é um modelo de ensino legal e válido em todo o território nacional, ainda que não seja regulamentado pelo MEC.

É fundamental saber que o MEC não rege nada que diz respeito ao funcionamento dos cursos livres, não se responsabilizando por nenhum aspecto desse modelo. Isso é diferente do que acontece com outras formações, como graduações e técnicos, que precisam cumprir regras para operar dentro da lei.

Convencer os alunos sobre a validade desse tipo de curso

Outro ponto relevante é convencer os alunos de que, mesmo sem o reconhecimento do MEC, os cursos são valorizados no mercado. Muitas vezes o público pode não entender como eles podem ajudar a melhorar a qualificação profissional e trazer novas habilidades.

O fato da regulação dessa modalidade não passar pelo MEC não prejudica a qualidade ou a valorização do que é ensinado. Isso apenas indica que a instituição tem mais liberdade para montar e estruturar os conteúdos da forma que achar mais adequada em cada situação.

Por isso é preciso mostrar como as empresas valorizam essa qualificação, preferindo profissionais capacitados em determinadas áreas. Desse modo, eles entenderão que essa modalidade serve como um diferencial no mercado de trabalho, o que contribui para aumentar a empregabilidade.

Elaborar a formatação das aulas

Outro ponto relevante é elaborar a formatação das aulas e o planejamento. Antes de tudo, é preciso definir se o curso será presencial, a distância ou mesclado, além de decidir qual será a carga horária necessária para o que será ensinado.

Como não há uma regulamentação, definir o tamanho se torna um desafio, já que as aulas precisam ser diretas e objetivas. Portanto, vale a pena considerar todos os assuntos que serão abordados a fim de encontrar um tempo adequado para cada curso, além de entender qual formato pode ser mais interessante para atrair alunos.

Quais são as vantagens que essa modalidade oferece?

Oferecer cursos livres traz diversas vantagens para a IES que vão desde o aumento dos alunos até a mudança na reputação. Confira algumas delas!

Menor período de duração

Por ser uma modalidade com menor tempo de duração, é possível ofertar uma diversidade grande de capacitações, aumentando a oferta de qualificação profissional na sua instituição. Por serem rápidos, eles também são uma opção para estudantes que já estão na IES e que desejam complementar seus estudos em alguma área específica de suas profissões.

O planejamento e a elaboração das aulas serão mais curtos, podendo ser reaproveitados em outras edições de um mesmo curso. Desse modo, a IES ganha uma nova modalidade capaz de atingir estudantes de forma recorrente, principalmente quando as aulas acontecem no modelo a distância, já que não é necessário regravar o conteúdo para oferecê-lo novamente.

Possibilidade de oferecer o curso a distância

Outra vantagem relevante dessa modalidade é a possibilidade de oferecer o curso a distância. Isso permite que a instituição chegue até alunos de várias localidades, aumentando o alcance dos cursos e trazendo novas oportunidades para atrair mais estudantes.

Com a facilidade que os recursos tecnológicos oferecem e o crescimento da educação no ambiente digital, é importantíssimo se posicionar nesse meio. Desse modo, a IES estará investindo em um mercado que está em alta e que pode trazer mais competitividade no setor educacional.

Atração de um maior número de alunos

As graduações e modalidades técnicas exigem uma formação prévia dos alunos, o que muitas vezes limita o alcance. Entretanto, o que é oferecido nesse modelo pode ser feito por pessoas de qualquer escolaridade, aumentando drasticamente o potencial de atração de novos estudantes.

Ao oferecer alternativas de qualidade, é possível atrair alunos de todo o Brasil, não ficando limitado à sua região. Desse modo, a instituição também se posiciona melhor no mercado educacional, conseguindo destaque regional, estadual e, quem sabe, nacional.

Flexibilidade aos estudantes

A flexibilidade nos estudos é um dos grandes atrativos dessa modalidade. Muitas pessoas desejam obter qualificação profissional, mas não têm tempo suficiente para começar uma graduação ou um curso técnico, sendo necessário encontrar alternativas mais rápidas e diretas.

Por meio desse modelo, o estudante consegue conciliar trabalho e outras atividades com os estudos, por isso é uma alternativa interessante. Outra possibilidade é a realização dos cursos nos períodos de férias, desde que a instituição ofereça essa opção.

Nos modelos a distância, os alunos têm autonomia para escolher os horários de estudo e controlar o próprio processo de aprendizagem. Além disso, economizam dinheiro por não se deslocarem até a instituição, ganhando também mais tempo.

Neste artigo, conhecemos um pouco mais sobre os cursos livres e como eles são alternativas interessantes para as instituições de ensino superior. Vale lembrar que é relevante conhecer e entender mais sobre essa modalidade antes de implementá-la em sua IES. Desse modo, você terá certeza de que está oferecendo uma qualificação profissional relevante para os alunos.

Gostou de conhecer mais sobre este tema? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e ter acesso a outros conteúdos valiosos sobre educação superior!

template plano de aula

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros