quadro de horario escolar

Quadro de horário escolar: aprenda como montá-lo de forma eficiente

Entre as tarefas que uma instituição de ensino tem que fazer a cada ano ou a cada semestre, está a montagem do quadro de horário escolar. Embora algumas pessoas achem que essa é uma missão fácil e que pode ser feita de qualquer forma, a verdade é que é preciso ter atenção para conseguir um resultado eficiente e que não vá causar problemas no decorrer do período letivo.

A importância desse documento está principalmente na organização das atividades escolares, levando em conta dois pontos importantes: a tentativa de facilitar a produtividade dos professores e também a dos alunos.

Você sabe como fazer isso da melhor forma possível? Reunimos algumas dicas para ajudar na conquista desse objetivo. Confira todas elas a seguir!

Converse com o corpo docente

Conhecer a disponibilidade dos professores é essencial para tentar montar um quadro que concilie os interesses de todos, afinal, é possível que esses profissionais trabalhem em outro local ou tenham compromissos pessoais que tomem parte do seu tempo.

Sem contar que uma disposição eficiente vai evitar a criação de “janelas”, que são espaços vagos entre uma aula e outra no mesmo período. Quando isso acontece, é comum que a instituição tenha que remunerar o funcionário por esse tempo perdido, o que representa um gasto desnecessário.

Outra vantagem é que a atividade da docência exige uma dedicação extraclasse, logo, ter um horário organizado também ajuda muito nesse sentido. A preparação dos conteúdos, a correção de provas e outros afazeres demandam tempo.

É claro que nem sempre dá para agradar 100% a todos, mas trabalhar com essa intenção é capaz de favorecer a produtividade. Com suas rotinas mais organizadas e satisfeitos, os profissionais tendem a desempenhar melhor o seu trabalho, fazendo com que a qualidade do ensino seja favorecida.

Consequentemente, isso impacta em outra questão vivida na gestão escolar: a rotatividade de professores. Essa é uma situação que costuma causar prejuízos financeiros e dificuldades no andamento das aulas pela necessidade de substituições.

Pense no quadro de horário escolar com antecedência

Essa é uma dica que não pode ficar de fora, inclusive por razões relacionadas ao item anterior. Programar o quadro de horário com antecedência facilita a conciliação dos interesses, pois a tendência é que as pessoas fiquem mais comprometidas à medida que o tempo passa.

Se for o caso de um professor que trabalha em outra escola, é melhor se antecipar para definir a agenda dele do que ficar dependendo dos intervalos livres que ele vai ter.

Na realidade, não há motivo para postergar uma tarefa obrigatória como essa. Não existem dúvidas de que uma instituição de ensino precisa de um planejamento para iniciar o ano letivo, considerando a distribuição das aulas, os feriados, as atividades extras etc., portanto, nada melhor do que resolver isso o quanto antes para evitar os possíveis prejuízos de atrasar com essa missão.

guia da gestão educacional

Controle a utilização dos espaços

Além das pessoas, o quadro de horários deve ser elaborado considerando os ambientes disponíveis na escola. Em alguns momentos, pode ser positivo explorar a totalidade dos espaços e estimular a circulação da comunidade acadêmica para aproveitar tudo o que é oferecido.

Contudo, em algumas ocasiões talvez seja interessante controlar a utilização de determinados locais. Salas usadas para reuniões ou laboratórios, por exemplo, devem exigir uma atenção especial para evitar conflitos de interesses. De forma semelhante, uma quadra esportiva não pode ser usada por várias turmas no mesmo horário.

Outro ponto a ser pensado é o deslocamento de alunos e professores entre uma aula e outra. Se as salas são muito distantes, a chance de perder algum tempo nesse trajeto é maior, certo? É preciso pensar com cuidado em toda a programação para otimizar os horários e não interferir no aprendizado dos alunos.

Distribua bem as matérias

Todas as turmas precisam cumprir a grade curricular prevista, o que significa que, invariavelmente, vão existir disciplinas que uns gostam mais e outros gostam menos (e vice-versa). É natural que os alunos tenham que lidar com matérias que têm mais facilidade ou dificuldade.

Mesmo assim, uma distribuição bem pensada pode fazer toda a diferença para o rendimento deles. Isso quer dizer que deve haver a tentativa de equilibrar os assuntos e montar um quadro balanceado.

Um exemplo disso é não colocar tantas matérias seguidas de Ciências Exatas para não deixar a rotina tão exaustiva. Por outro lado, deixar um turno inteiro repleto de carga teórica (uma característica das disciplinas de Humanas) pode ser cansativo e prejudicar a concentração.

Essas são considerações que precisam ser repensadas pela equipe pedagógica, principalmente para não correr o risco de desmotivar os estudantes. Pior ainda se isso for um gatilho para a evasão escolar.

Conte com a ajuda da tecnologia

Reunir o corpo docente com a coordenação escolar é um dos primeiros passos para definir o quadro de horários. Essas reuniões podem acontecer com um amontoado de papéis, canetas, planilhas e palpites — e quem sabe até algumas discussões.

De fato, cruzar todas as informações manualmente pode ser bastante trabalhoso, desperdiçando um tempo considerável de trabalho de todos os envolvidos.

Uma forma de facilitar esse processo é contar com a ajuda da tecnologia. Já existem softwares capazes de resolver essa tarefa com simplicidade e menos desgaste. O usuário informa os dados necessários — como a disponibilidade de cada professor, o número de turmas, as disciplinas que vão ser oferecidas, o tempo de aula etc. — e o programa sugere uma solução. Tudo isso se traduz em mais agilidade e menos dor de cabeça.

A tarefa de montar o quadro de horário escolar é extremamente importante para qualquer instituição de ensino e não precisa ser vista como um problema. Aliás, quando se tem um sistema de gestão educacional, várias das atividades rotineiras podem ser facilitadas para beneficiar tanto a própria escola quanto os alunos.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Que tal complementar a sua leitura? Aproveite para entender melhor o que é um sistema de gestão educacional e por que ele deve ser utilizado!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros