Descubra o que é REA e quais são seus maiores impactos na educação

Atualizado em

No universo educacional, frequentemente os professores utilizam a internet para buscar materiais que complementem a exposição do conteúdo, como vídeos, palestras etc. Adota-se, assim, o blended learning, ou seja, a integração do universo off-line com o on-line para melhorar os resultados em sala de aula. Mas, para isso, é necessário saber o que é REA.

A sigla corresponde a Recursos Educacionais Abertos, um termo introduzido pela Unesco em 2002 que trata de conteúdos disponibilizados na rede que sejam abertos para uso gratuito e legal, isto é, que tenham licenças livres. Para entender melhor a importância desse conceito e quais são os seus impactos na educação, acompanhe!

Afinal, o que é REA?

REA é a sigla para recursos educacionais abertos. Entre os muitos impactos da tecnologia na educação está a facilidade no acesso e no compartilhamento de informações. Mas, apesar dessa facilidade, da possibilidade de download e de compartilhamento de materiais diversos, utilizá-la nem sempre é uma prática legal.

Isso porque a maioria dos países têm regras para o uso de produções de terceiros. No Brasil, existe a Lei dos Direitos Autorais (Lei n°. 9.610/1998), que traz inúmeras restrições, até mesmo quando a finalidade do uso dessas produções é educativa ou quando elas não trazem de forma explícita que os direitos são reservados.

Partindo dessa dificuldade de compartilhamento e reprodução de materiais no meio digital, uma ONG estadunidense criou um portal que permite a aplicação de licenças livres em obras por parte dos autores. É a Creative Commons (CC), que traz seis opções para o licenciamento aberto de materiais.

O movimento pela Educação Aberta

Com o crescimento das discussões em torno das licenças livres e, sobretudo, na busca por melhorar os processos de ensino com o apoio de recursos digitais, surgiu o movimento pela Educação Aberta. Ou seja, a possibilidade de usar materiais e reproduzi-los em aula como ferramentas educativas, sem restrições.

O objetivo desse movimento é democratizar o acesso à educação e ampliar a disseminação do conhecimento nas escolas. É aí que chegamos à questão sobre o que é REA, conceito levantado no Fórum de 2002 da Unesco.

Basicamente, os Recursos Educacionais Abertos são quaisquer conteúdos digitais que sejam de domínio público e que tragam licenças livres, podendo ser utilizados em sala de aula. São exemplos:

  • videoaulas;
  • palestras;
  • imagens;
  • pesquisas;
  • atividades;
  • planos de aula;
  • documentos;
  • obras literárias etc.

Os Massive Online Open Courses (MOOCs) também podem ser empregados como REA, já que são capazes de complementar os conteúdos trabalhados em sala de aula e são disponibilizados para uso livre e gratuito.

Quais são os impactos dos REA na educação?

Ao utilizar os REA como apoio pedagógico às aulas, as escolas integram um mindset de inovação na educação, melhorando o rendimento dos alunos na assimilação de conteúdos. Além disso, aproveitam a facilidade de acesso à informação da internet sem infringir direitos autorais. Veja os principais impactos dessa tendência!

Melhora no rendimento dos alunos

De acordo com declarações internacionais, como a redigida no Congresso Mundial REA, realizado em 2012 pela Unesco, o uso dos REA em sala de aula amplia os resultados da educação ao longo da vida. A ideia é que os materiais complementem as práticas pedagógicas, indo além do que é proposto nos materiais didáticos, por exemplo.

guia da gestão educacional

O uso dos REA também facilita a abordagem interdisciplinar em sala de aula, por meio de materiais digitais que muitas vezes integram diferentes áreas do conhecimento.

Maior inclusão social no acesso ao conhecimento

Ainda de acordo com a Declaração REA, o incentivo ao uso de recursos abertos na sala de aula é uma forma de contribuir com a inclusão social na escola, além de melhorar a qualidade da aprendizagem de alunos com necessidades específicas.

Crescimento do protagonismo do aluno

Esse aproveitamento dos recursos digitais nas salas de aula é um dos impactos da Quarta Revolução Industrial na educação. Nesse contexto, os REA também levam o aluno a ir além do que é proposto em sala de aula, o que representa uma aprendizagem ativa e com protagonismo maior do próprio estudante.

Possibilidade de democratização da educação

O uso e o incentivo aos REA também alarga as possibilidades de democratização da educação. Desse modo, professores de todo o país e do mundo, bem como estudantes, podem contribuir com a disseminação de conteúdos educativos de qualidade de forma livre e gratuita.

Estímulo à formação continuada

As plataformas e portais que reúnem recursos educacionais abertos ajudam a estimular a formação continuada para toda a sociedade. Afinal, tanto professores como ex-alunos podem continuar aprimorando seus conhecimentos mesmo fora de ambientes de ensino formal.

Uso de recursos educacionais dentro da lei

Um dos impactos diretos do uso de REA em sala de aula é a garantia de conformidade com a lei, já que os conteúdos evidentemente são abertos para uso e reprodução. Assim, a escola também evita possíveis consequências pelo uso de materiais com direitos reservados.

Incentivo ao comportamento ético

Por fim, escolas que utilizam os REA estão, também, incentivando o comportamento ético dos alunos, que podem observar a relevância do respeito aos direitos autorais e do uso responsável de conteúdos digitais. Essa é a 5ª competência geral proposta pela Base Nacional Curricular Comum (BNCC) para a educação básica:

Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diferentes práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações (…).

Como implementar o uso de REA na escola?

Para utilizar os REA na sala de aula, basta acessar portais ou plataformas que reúnem materiais abertos para reprodução e adaptação. Veja alguns endereços:

  • Banco Internacional de Objetos Educacionais — repositório do MEC com recursos abertos diversos (vídeos, animações, imagens, mapas etc.), separados para consulta por níveis de ensino;
  • Domínio Público — portal que reúne o maior acervo mundial de conteúdos literários, artísticos e científicos, disponíveis para uso livre e gratuito;
  • Edukatu — plataforma que traz materiais e circuitos de atividades abertos para o uso de professores do Ensino Fundamental, relacionados a questões socioambientais;
  • Escola Digital — plataforma com diversos recursos digitais abertos para apoiar as práticas pedagógicas em sala de aula, separados por área de conhecimento e etapas de ensino;
  • Portal do Professor — portal do MEC com recursos multimídia disponíveis para o uso livre de educadores, além de materiais de apoio pedagógico, planos de aula, documentos oficiais etc.

Além dessas opções, o Projeto Mapa de Iniciativa de Recursos Abertos (Mira), da Fundação Hewlett, reúne todas as iniciativas relacionadas aos REA ao redor do mundo. O resultado é o OER World Map (ou Mapa Global REA), com filtros de busca por país, tipo de conteúdo, nível de ensino, entre outros.

Agora que você sabe o que é REA e conhece alguns dos endereços para encontrá-los na internet, pode aproveitar um dos benefícios que a inovação tecnológica traz à sala de aula, que é o acesso amplo ao conhecimento. Tudo isso, é claro, sem desrespeitar direitos de autoria e garantindo uso de recursos digitais de forma ética.

Quer inovar na sala de aula e melhorar o rendimento dos seus alunos? Então, leia nosso post sobre metodologias ativas de aprendizagem!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.