Marketing para IES

Marketing para IES: saiba como tornar os alunos defensores da sua marca

Atualizado em

Você já parou para pensar o quanto a utilização de serviços mudou nas últimas décadas?

Enquanto antes, muitas vezes, contentávamos-nos em adquirir os serviços que estavam mais próximos, hoje preferimos ir atrás de mais informações.

É nesse aspecto que entra a importância do marketing para IES.

O fato é que, agora, precisamos de dados e de confirmações de que nosso investimento não será em vão.

Com uma instituição de ensino, essa consideração é análoga.

Em tempos nos quais uma formação superior se faz cada vez mais imprescindível para um bom futuro profissional, é essencial que as pessoas se sintam confiantes de estarem fazendo a escolha certa.

Acompanhe o artigo e saiba como colocar essa estratégia em prática!

Como fazer marketing para IES?

Vivemos em um ambiente de grande concorrência.

Com isso, adotar procedimentos para que a instituição ganhe mais notoriedade e reputação deve fazer parte das estratégias administrativas.

Ao fazer marketing para IES, precisamos, primeiro, ter em mente os nossos públicos a serem atingidos.

Os estudantes desse segmento, atualmente, são compostos pelas gerações Millennials e Z.

Entender suas características e necessidades é importante para saber quais ações adotar.

Sabemos que, por exemplo, são gerações bastante envolvidas com tecnologia.

Criar um relacionamento com elas por meio de redes sociais tende a ser uma prática efetiva.

Outras particularidades delas são os fatos de valorizarem a responsabilidade social e ambiental das marcas e de serem sugestionadas por influenciadores digitais.

Por outro lado, é preciso saber também que, muitas vezes, tais alunos ainda são dependentes dos pais.

Com isso, as condutas de marketing devem visar, ao mesmo tempo, esse outro público, que pode ser composto pela geração X ou, ainda, pelos primeiros Millennials.

Por fim, podemos ter diversas estratégias de atração e retenção dos estudantes, entre elas o marketing de defensores.

Entrevistamos Felipe Thomé, CEO da Peepi e especialista no assunto, que trouxe algumas dicas sobre as quais falaremos a seguir.

O que é marketing de defensores?

Sabe quando ouvimos um amigo elogiar muito o serviço de um estabelecimento, recomendando para irmos conhecê-lo também?

A tendência é que criemos uma impressão positiva desse local, já que ele foi indicado e enaltecido por alguém em quem confiamos.

Esse tipo de comportamento é muito benéfico a qualquer marca, já que ela consegue com que outras pessoas façam uma propaganda natural e espontânea.

Isso costuma dar um efeito superior a outros tipos de marketing, sendo, portanto, o objetivo de muitos empreendedores.

Esse é, então, o chamado marketing de defensores, uma tática focada em formar adoradores dos nossos serviços, dispostos a recomendá-lo a conhecidos e a defendê-lo, sempre que preciso.

Isso se faz interessante, já que, segundo um levantamento realizado pela Nielsen, 84% das pessoas afirmaram que a recomendação de um produto ou serviço feita por familiares e amigos é a fonte de informações mais confiável existente.

Como transformar alunos em defensores?

A partir desses conceitos, você conseguiu imaginar quão maravilhoso seria ter alunos e pais defendendo sua própria instituição de ensino e indicando-a a todos os conhecidos?

Para isso, é primordial conquistar todos os públicos. As dicas que damos para conseguir esse fim são as seguintes.

Conheça o público

Como mencionamos, a primeira etapa é saber quem são os alunos e quem são os pais.

É a partir desses dados que será possível entender as expectativas que eles têm com relação à instituição de ensino.

Apesar de grande parte dos estudantes serem formados pelas gerações recentes, Millennials e Z, é possível que cada perfil tenha suas peculiaridades.

Assim, esteja próximo a esses estudantes.

Converse com eles nos intervalos das aulas ou nos locais de alimentação, que façam parte do ambiente.

Fazer reuniões com o Grêmio Estudantil, a fim de entender as reivindicações, é outra ideia frutífera.

Enviar questionários online, com perguntas relevantes também ajuda a entendê-los melhor.

Ter ferramentas de inteligência de dados, como um big data, ou plataformas que ajudam na gestão do aluno, poderá auxiliar na coleta de dados, para transformá-los em insights.

Facilite a comunicação

As gerações citadas dão bastante valor à comunicação que têm com as marcas.

Ao fazer marketing para IES, isso deve ser levado em consideração.

Os alunos precisam se sentir acolhidos em todas suas demandas, dúvidas e considerações.

Contar com opções de canais e de recursos tecnológicos, como plataformas, facilita a vida de todos, pois os problemas podem ser resolvidos mais facilmente, sem a necessidade de tantos desgastes.

Esteja aberto a críticas e sugestões

Não há como investir em ações de atração se não tivermos certeza de que a instituição tem sido agradável e suprido as expectativas.

Assim, a recomendação é que ela se mostre aberta para escutar os alunos e pais.

Procure saber a opinião deles sobre os professores, as aulas, a estrutura dos ambientes e os serviços oferecidos.

Mesmo diante de críticas, é importante ouvi-las, pois são uma chance de receber insights para implementar melhorias.

Construa um relacionamento

Outra característica em comum das gerações Millennials e Z é a relevância que dão para o relacionamento que têm com uma marca, no caso, a instituição de ensino.

Estar em mídias sociais é uma forma de criar e manter um vínculo com os estudantes, sendo mais uma possibilidade de conhecê-los melhor e fazer com que se sintam parte da IES.

Demonstrar os valores e as causas sociais e ambientais que a instituição segue fará com que ela tenha ainda mais crédito.

Faça com que tenham benefícios

Quais vantagens a IES pode oferecer para que percebam o quanto ela é diferenciada?

Perceba que, para chegar a esse ponto, é necessário passar pelos iniciais que mencionamos, como conhecer os objetivos e as necessidades do público e estar aberto a sugestões e críticas.

De qualquer forma, os alunos precisam notar que o lugar em que estudam é diferente e melhor que o dos concorrentes, pois oferece vantagens superiores.

Algumas ideias podem ser:

  • salas de estudo confortáveis;
  • salas de descanso;
  • recursos tecnológicos modernos;
  • acesso a computadores e tablets;
  • desconto em xerox;
  • parcerias com transportes privativos;
  • lanchonetes;
  • parcerias com empresas qualificadas, para que exerçam os estágios;
  • auxílio na elaboração de planos de carreira.

Mensure os dados

Por fim, é necessário acompanhar e mensurar os resultados, pois somente dessa forma é possível analisar se os investimentos têm sido frutíferos.

Uma pesquisa NPS ─ Net Promoter Score ─, por exemplo, fornece informações sobre o nível de satisfação dos estudantes.

Avaliar a saúde da instituição anualmente é necessário, para fazer comparações do quanto a instituição tem crescido.

Outra métrica importante, nesse sentido, é a de evasão de alunos. Evidentemente, quando alta, é sinal de que algo precisa ser otimizado.

Fazer um bom marketing para IES é fundamental para quem deseja ver sua instituição progredir.

O marketing de defensores é uma das melhores estratégias, já que tem como função cativar estudantes e pais, visando a escalabilidade.

Gostou do artigo? Assine nossa newsletter e fique por dentro das melhores notícias para sua instituição de ensino!

mapa de metodologias ativas

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.