Educação interativa

Como funciona a educação interativa e quais seus benefícios?

webinar_PIX

Professores trabalham para orientar os alunos e entregar múltiplas oportunidades de engajamento e aprendizado, usando o pensamento crítico, a cooperação e outras habilidades importantes para adultos, jovens e crianças. Essas oportunidades podem ser expandidas quando os professores sabem aproveitar as ferramentas da tecnologia — e essa é justamente a proposta da educação interativa.

Esse método de ensino visa inovar, por meio da tecnologia, as práticas educacionais que colocam os professores como protagonistas da construção do conhecimento, e não os alunos.

Falta de interesse nas aulas, avaliações pouco atrativas e dificuldades na aprendizagem são alguns riscos do ensino “engessado”. Essas situações abrem portas para os educadores pensarem em métodos que aproximem o aluno da construção do conhecimento. Daí, nasce a educação interativa.

Criamos este post com o objetivo de explicar como a educação interativa funciona e a importância de aplicá-la na instituição de ensino. Acompanhe!

Como funciona a educação interativa?

A educação interativa é uma metodologia de ensino que convida os alunos a desempenharem um papel ativo no processo de aprendizagem com a ajuda da tecnologia.

Esse método se opõe a abordagens que se baseiam estritamente nas habilidades passivas do aluno: escutar os professores, memorizar frases, conceitos, fórmulas e figuras. Um professor que usa a educação interativa entende que a construção do conhecimento não depende apenas dessas habilidades.

Um estudante que explora questões abertas com a imaginação e a lógica está aprendendo a tomar decisões e a resolver problemas, e não apenas memorizando informações.

Há benefícios em orientar os alunos no desenvolvimento da autonomia desde cedo, por isso, a educação interativa ajuda a formar habilidades relacionadas ao pensamento crítico.

Esse método está fortemente relacionado ao uso da tecnologia, e não é por acaso. As soluções tecnológicas demandam uma autonomia significativa para manipular funcionalidades e definir o destino de cada ação.

Com as metodologias ativas, por exemplo, os estudantes podem se reunir em equipes para trocar ideias e resolver problemas relacionados à programação, como transformar brincadeiras em desafios de lógica e até desenvolver aplicativos.

É importante ressaltar que a educação interativa não está apenas relacionado ao uso da tecnologia, porque esse método envolve mais uma mudança de abordagem do processo de ensino-aprendizado.

Nesse caso, os professores passam a desempenhar a figura de alguém que orienta os jovens, enquanto os alunos passam a ser os grandes protagonistas e podem aprender de forma contínua.

Quais são os benefícios da educação interativa?

Além de motivarem os alunos, as atividades interativas com recursos tecnológicos são o primeiro passo para ampliar os horizontes em relação a novas formas de aprendizado que podem ser úteis para a vida toda.

como se preparar para a quarta revolução industrial

A seguir, confira alguns benefícios desse método do ensino.

Autonomia dos alunos

As aulas interativas dão a oportunidade de o aluno raciocinar, elaborar soluções e ultrapassar desafios por conta própria. Eles se envolvem nas atividades propostas pelos professores e acabam desenvolvendo habilidades e autonomia, que são úteis para todas as áreas da vida, e não apenas para ter boas avaliações na escola.

Estímulo à criatividade

A pior coisa que pode acontecer com um sistema de avaliação escolar é não abrir espaço para que os alunos coloquem a criatividade em ação. A educação interativa pode ajudar os professores a pensarem em formas de colocarem os alunos no centro do aprendizado, permitindo que eles possam usar a lógica e a imaginação para criar novas soluções.

Absorção dos assuntos

Aulas e atividades que estimulam a participação ajudam os alunos a lidar com dificuldades de aprendizagem e fazem com que eles tomem gosto pelos assuntos, mesmo que não tenham muita afinidade com determinadas matérias. Unir a teoria e a prática é sempre uma saída interessante para melhorar a absorção dos assuntos.

Desenvolvimento de novas habilidades

Talvez o maior benefício da educação interativa seja que ela não esgota o interesse dos alunos pelas matérias vistas na escola. Ao contrário, a sala de aula se torna o pontapé para uma jornada de conhecimento e novas habilidades que pode se estender por muito tempo — ou mesmo a vida inteira!

Como aplicar a educação interativa na instituição de ensino?

Professores e coordenadores responsáveis por elaborar o currículo escolar e o plano de ensino contam com uma oferta incrível de ferramentas para ajudar os alunos a personalizar a construção do conhecimento, garantindo que eles se aprofundem nos conteúdos que mais lhes interessam dentro dos temas propostos em sala de aula.

Um bom exemplo acontece quando a instituição de ensino permite que os professores compartilhem materiais de estudo com os estudantes em um ambiente virtual seguro. Assim, eles podem acessar os materiais pelo celular na hora que acharem melhor. Esse é um jeito simples e eficaz de garantir que os alunos tenham mais controle no processo de ensino.

A equipe pedagógica pode aproveitar essa flexibilidade para usar o método da sala de aula invertida, que se baseia em uma educação híbrida: os alunos acessam os conteúdos em casa, no meio digital, e comparecem às aulas para discutir os assuntos e tirar dúvidas.

É possível ir além e investir em métodos mais sofisticados de educação interativa, como a gamificação, uma das grandes apostas para os processos de ensino-aprendizagem no século XXI. A proposta é simples: transformar as etapas de aprendizagem em um jogo.

Nesse caso, os jogos são analógicos, digitais ou mistos. Os professores podem usar as plataformas que mais têm familiaridade ou emergir em novas tecnologias. Aplicativos de jogos para celular, por exemplo, podem ser úteis nessa dinâmica.

Nos mercados de apps, você encontra dezenas de aplicativos voltados para o desenvolvimento da fala, leitura e escrita de palavras e frases. Essas ferramentas podem ser usadas em abordagens interativas para aulas de Português no Ensino Fundamental, por exemplo.

Além das ferramentas voltadas para o ensino infantil, é possível encontrar apps que usam a educação interativa para ensinar jovens no Ensino Superior. Quizzes online sobre os conteúdos abordados em sala de aula são bons exemplos dessa metodologia.

São muitas as possibilidades de ensino com a educação interativa. Como vimos, esse tipo de metodologia gera benefícios aos alunos e ajuda os professores a deixar o currículo escolar capaz de engajar crianças e jovens nos processos de ensino. Vale a pena estudar a possibilidade de investir na educação interativa.

Gostou do conteúdo? Se quiser aprender outras metodologias de ensino focadas na tecnologia, aproveite para conferir nosso conteúdo sobre como a tecnologia pode contribuir com a educação!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros