Mundo Vuca

Entenda como o mundo VUCA impacta a gestão educacional

O conceito de mundo VUCA tem sido amplamente utilizado para denominar o atual contexto de imprevisibilidade que marca a sociedade global. Do inglês, a sigla VUCA é formada pelos termos Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade. Cada uma dessas ideias se propõe a explicar a velocidade com que as mudanças acontecem.

Nesse cenário, é fundamental que as IESs se adaptem para conseguir desenvolver práticas pedagógicas baseadas no conceito VUCA. Isso, porém, pode ser um desafio para a gestão educacional, que deve buscar metodologias que contemplem as dimensões sociais e emocionais dos alunos.

Acompanhe este conteúdo para entender como o mundo VUCA impacta a realidade da IES e, ainda, quais são as habilidades necessárias para se adequar ao novo cenário!

Afinal, o que é o mundo VUCA?

O conceito de mundo VUCA deriva de um contexto pós-Guerra Fria e explica a complexidade das incertezas da situação geopolítica mundial naquela época. No entanto, em 2008, VUCA passou a ser utilizado também no ambiente comercial, por conta da falta de previsibilidade que as empresas enfrentam desde a ampliação da crise econômica.

Sendo assim, um dos maiores desafios de lidar com o dinamismo do mercado é, justamente, desenvolver uma gestão mais estratégica e que consiga buscar soluções de forma ágil e inovadora. Nesse sentido, atuar em um cenário que muda rapidamente exige uma nova postura dos profissionais e dos gestores empresariais.

A seguir, conheça mais sobre cada uma das características que compõem o mundo VUCA.

Volatilidade (Volatility)

A volatilidade diz respeito à velocidade com que as inovações tecnológicas impactam o comportamento dos consumidores no mercado. A atual geração digital, por exemplo, fortalece o modelo de ensino que se apoia em recursos e ferramentas tecnológicas para viabilizar o processo de aprendizagem.

Nesse cenário, é imprescindível que os estudantes sejam preparados para encarar as mudanças, desenvolvendo competências de adaptabilidade, resiliência, criatividade e autoestima. Com isso, conseguirão adequar-se da melhor forma à atual condição de volatilidade global.

Incerteza (Uncertainty)

A incerteza é uma característica que surge da volatilidade, referindo-se aos desafios de previsão dos cenários. Para superar a incerteza e conseguir revisar e planejar a tomada de decisão, as instituições precisam aprimorar o autoconhecimento de suas equipes e ter visão estratégica.

No contexto das IESs, o gestor educacional deve propor práticas que desenvolvam a flexibilidade e a aceitação em toda a comunidade acadêmica. Isso inclui docentes, estudantes, colaboradores e familiares — que devem trabalhar em conjunto para atender às necessidades escolares.

Complexidade (Complexity)

Já a complexidade surge por meio da constante conectividade e interatividade que os fatores da vida desempenham nos indivíduos. Nesse sentido, é fundamental ter visão multidisciplinar e senso crítico. Até mesmo porque, em um mundo complexo, não há mais espaço para mentes limitadas e pequenas.

guia da gestão educacional

Por isso, os alunos devem ser incentivados a trabalhar em equipe, desenvolvendo a empatia e a cooperação, de modo a possibilitar que a IES crie ambientes de aprendizagem cada vez mais colaborativos e compartilhados.

Ambiguidade (Ambiguity)

A ambiguidade diz respeito às diversas possibilidades que a era digital oferece para o processo de ensino. Com tantas informações em diferentes tipos de sistemas, aplicativos e plataformas, é comum notar estudantes ansiosos por não conseguir lidar com tanto material on-line. Inclusive, a falta de profundidade com que o conhecimento é apresentado aos alunos causa uma série de ambiguidades.

Por isso, a comunidade acadêmica deve ser motivada a tomar decisões de maneira consciente, refletindo sobre suas escolhas a partir de objetivos e prioridades anteriormente traçados.

Como o mundo VUCA impacta as IESs?

O mundo VUCA marca significativamente a rotina e a realidade atual da sociedade. Portanto, as IESs devem buscar se adequar o quanto antes, estabelecendo um ambiente mais colaborativo e propício para as constantes mudanças.

Estimular competências socioemocionais nos alunos, por exemplo, deve ser uma das prioridades dos gestores educacionais. Por meio delas, os estudantes assumem maior autonomia para experienciar a aprendizagem e, também, o mundo VUCA atual. Assim, o currículo escolar deve ser menos conteudista e mais prático, sempre focado na preparação para os desafios futuros.

As IESs ainda são impactadas por conta das inovações tecnológicas e das mudanças comportamentais — exigindo adaptabilidade em relação às novas metodologias e à personalização do ensino. Por isso, é preciso ter em mente que sobreviver em um contexto volátil, incerto, complexo e ambíguo requer bastante dedicação da gestão educacional.

Quais são as habilidades exigidas para o mundo VUCA?

A IES que deseja crescer e estabelecer seu lugar no mercado deve incentivar os colaboradores a desenvolver determinadas habilidades para o mundo VUCA. O primeiro passo é saber como liderar com propósito e tomar decisões de acordo com os objetivos da comunidade acadêmica.

Contar com visão estratégica e saber trabalhar bem em equipe são outras competências esperadas dos indivíduos no contexto VUCA. Por exemplo, quando se lida com pessoas de diferentes áreas do conhecimento, é preciso saber se comunicar e estar disposto a escutar para obter uma melhora no relacionamento e maior alinhamento do time de trabalho.

Por isso, é essencial que docentes, gestores e coordenadores atuem em conjunto para construir uma aprendizagem contínua, conectada e colaborativa. Para criar experiências mais significativas e ricas para professores e estudantes, uma dica é utilizar tecnologias educacionais.

Mesmo que pareça difícil assimilar o excesso de informações que o conceito VUCA oferece para a realidade da IES, os novos formatos de estudo podem otimizar consideravelmente a prática pedagógica como um todo. Isso, porque a inovação já está presente na sala de aula, e a tendência é que, nos próximos anos, ela acabe se tornando parte obrigatória do currículo.

As características do mundo VUCA afetam diretamente o contexto escolar, exigindo que as IESs estejam preparadas para lidar com seus potenciais desafios. Certamente, os gestores que se adequarem antes terão mais chances de atingir diferencial e promover um processo de aprendizagem cada vez mais significativo e alinhado à realidade que o conceito VUCA compreende.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite a visita e conheça todas as soluções que o Lyceum oferece para a sua instituição de ensino! Entre em contato com a nossa equipe agora mesmo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros