Como será a sala de aula do futuro e como preparar minha instituição?

Atualizado em

Você já deve ter percebido que o ensino é algo dinâmico e que precisa acompanhar as mudanças da sociedade. Por isso, compreender como será a sala de aula do futuro é importante para que as instituições estejam sempre bem preparadas e, dessa forma, ofereçam a melhor educação.

As mudanças pelas quais elas precisam passar não se referem apenas ao espaço físico, mas também às metodologias de aulas, à forma de atuação dos seus profissionais e aos objetivos educacionais.

Dessa forma, é possível manter os alunos motivados e envolvidos nas atividades escolares, o que ajuda garantir o bom aprendizado, melhora a experiência em sala de aula e deixa os estudantes mais preparados para a vida moderna.

Quer entender melhor quais são as características da sala de aula do futuro e como as instituições podem se adequar a essas necessidades? Continue a leitura para conferir.

Por que é preciso modernizar a sala de aula?

O modelo tradicional de sala de aula que conhecemos tem origem no século XIX, na Prússia, e surgiu como uma necessidade de se educar a população após a derrota de Napoleão. Esse formato fez sucesso por sua capacidade de ensinar vários alunos ao mesmo tempo, com poucos recursos, o que inspirou outros países a adotarem o mesmo padrão.

Em 1843, o educador norte-americano Horace Mann foi o responsável por adaptar o modelo prussiano em Massachussets. Ele criou a separação por séries e idades, que até hoje ajuda as escolas a organizarem suas turmas.

Do século XIX até os dias atuais, aconteceram muitas mudanças na sociedade e na escola. Atualmente, o sistema fabril de séculos anteriores não tem mais resultados tão bons para o ensino. Os avanços tecnológicos trouxeram a automatização de muitos serviços, mas também a necessidade de profissionais com novas capacidades.

Nesse sentido, o mercado não precisa mais de pessoas para realizar tarefas mecanicamente. Agora, espera-se que tenham habilidades para resolver problemas de forma inteligente e criativa. A tecnologia mudou a dinâmica das nossas vidas, o que fez com que a educação também precisasse ser diferente.

Por conta dessas tendências, é muito importante buscar a modernização da sua instituição. Isso ajuda a desenvolver as características que são necessárias para a nova sociedade, o que deixa os alunos muito mais bem preparados para o futuro.

Uma proposta interessante é a das metodologias ativas de ensino-aprendizagem, que mostram excelentes resultados. Mas como elas podem modernizar a educação? Vamos entender melhor a seguir.

Como as escolas podem se adequar?

Como você viu anteriormente, é fundamental adequar a instituição para que ela esteja alinhada com a sala de aula do futuro. Uma proposta que tem se mostrado promissora é a das metodologias de ensino-aprendizagem ativas.

Trata-se de uma tendência que engloba vários modelos pedagógicos, em que o professor atua como mediador e os estudantes são os protagonistas no processo de aprendizado.

Assim, as salas de aula recebem uma organização diferente e outros elementos podem enriquecer o ensino, como a tecnologia. Conheça a seguir alguns exemplos de propostas que são muito modernas e benéficas.

Aulas em grupos

Uma opção pode ser a disposição das carteiras em grupos, para que os alunos troquem informações e discutam os temas. Isso quebra a ideia de que sala de aula é local de silêncio, já que a participação e o diálogo são muito importantes para a construção do conhecimento.

Aprendizagem maker

O uso de aprendizagem maker, em que os estudantes criam ou consertam coisas em laboratórios, também é uma forma interessante de desenvolver as habilidades. Isso pode acontecer com o uso de ferramentas tecnológicas ou não.

Presença da tecnologia

Da mesma maneira, o uso da tecnologia na educação é muito importante para garantir o bom preparo dos estudantes. Ela é uma realidade em nossa vida e pode beneficiar muito o aprendizado. Nesse sentido, é bom que eles sejam convidados a solucionar problemas usando ferramentas mais modernas.

Sala de aula invertida

Na sala de aula invertida, o aprendizado é todo centrado nos alunos. O professor tem o papel de selecionar os melhores materiais para o tema a ser trabalhado e os alunos se preparam para a discussão. Sendo assim, não basta fazer uma boa leitura, também é importante analisar criticamente os conteúdos e estabelecer relações entre eles e a vida prática.

Para qualquer metodologia de ensino escolhida, é importante que a instituição possa contar com uma equipe preparada. Os recursos materiais são necessários, mas sozinhos não conseguem bons resultados. Por esse motivo, é fundamental investir em capacitações para os colaboradores.

Qual a importância da modernização das escolas?

Os benefícios da adequação da escola a essa nova realidade são muitos. Com um programa de ensino moderno, é possível atrair mais a atenção dos alunos e estimular o seu envolvimento nas atividades escolares. Dessa maneira, o aprendizado é muito melhor.

Além disso, o tempo de aula é otimizado, o que permite ao professor maior aprofundamento nos temas estudados e favorece a interdisciplinaridade. Assim, é possível usar metodologias mais efetivas e abrangentes.

A valorização do docente também é um aspecto importante para garantir a melhoria do ensino. Essa é uma prática dos países que são as maiores referências em educação e permite aos profissionais o investimento em sua formação, além de trazerem maior motivação para o trabalho, o que contribui significativamente para a melhoria do ensino.

Assim, a modernização da escola é muito importante, porque torna as aulas mais estimulantes e envolventes. Com isso, é possível que os alunos “aprendam a aprender”. Esse é um conceito chamado Heutatogia, proposto em 1990 por Stewart Hase e Chris Kenyon.

A partir dessa visão, a escola pode oferecer aos alunos as ferramentas para que eles tenham autonomia no aprendizado, que permitirá que se adaptem às mais diversas situações e continuem se desenvolvendo em qualquer ambiente.

Como vimos, a sala de aula do futuro precisa acompanhar as mudanças da sociedade e proporcionar o melhor aproveitamento do tempo que os alunos passam na instituição. Isso permite desenvolver as habilidades fundamentais para o mundo moderno e, assim, garantir uma boa formação.

Gostou das informações deste post? Então siga-nos no Facebook, Twitter, YouTube e LinkedIn para acompanhar outras novidades.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros