Unicesumar gestão educacional

Unicesumar: case de sucesso em tecnologia e gestão educacional

Unicesumar está em constante evolução e deve atingir a marca de 500 polos de EAD até o final de 2018

 “As barreiras de acesso ao ensino superior estão diminuindo e a modalidade de EAD caminha para ser a primeira opção na escolha dos ingressantes”. A previsão é do pró-reitor de Ensino a Distância da Unicesumar, William de Matos Silva, que observa que a faixa etária de quem se matricula tem diminuído e quem deixa o Ensino Médio tem ingressado cada vez mais cedo.

O gestor está em posição privilegiada para comentar o tema: a Unicesumar, o Centro Universitário de Maringá, está investindo R$ 45 milhões em educação a distância e dobrou de tamanho em 2017.

O crescimento da instituição foi construído em paralelo a investimentos em soluções inovadoras.

“A tecnologia é fator fundamental pois possibilita criar ambientes ricos em possibilidades de aprendizagem e proporciona ao acadêmico uma aproximação com o conteúdo e professores”, enfatiza Silva.

Em um mercado extremamente competitivo – tanto entre unidades de EAD quanto de ensino presencial –, a IES priorizou seus diferenciais para estar entre as 10 maiores do Brasil, com faturamento de R$ 440 milhões em 2017, como apontou uma edição da revista IstoÉ Dinheiro.

 

Foco da Unicesumar na aprendizagem do aluno 

A filosofia de trabalho da Unicesumar ressalta a importância em oferecer variedade de cursos no EAD e, principalmente, que essas propostas apresentem a mesma excelência de ensino.

“Atuamos com foco no resultado e gestão da nossa rede de polos, pois a operação de cada um deles precisa ser lucrativa e sustentável”, pontua o pró-reitor, que cita um mapeamento realizado em toda rede com objetivo de implementar estrutura diferenciada e perfis de gestão e padronização, visando ao sucesso e eficiência das unidades.

Em 2017, a IES estava com 37 cursos de graduação e 30 cursos de pós-graduação em gestão, educação e direito, além de cursos livres e cursos desenvolvidos sob demanda para empresas.

Base sólida em planejamento

Na visão de Silva, o grande desafio na evolução de uma IES está em equilibrar o reforço estrutural na área de operações com o custo. “O investimento tem que ocorrer muito antes do crescimento efetivo”, conta.

Para cumprir com essa demanda, considera fundamental que a área de operações da IES esteja alinhada e pronta para dar suporte aos outros setores. “O mais importante é garantir o crescimento sustentável sem que a principal atividade, o processo de ensino-aprendizagem, sinta efeitos colaterais indesejáveis”, afirma.

Nessa equação, o uso de recursos tecnológicos possibilita aprimorar pontos, como é o caso da captação e retenção de alunos.“A tecnologia fornece ferramentas que nos auxiliam a conhecer o perfil e comportamento do nosso aluno, identificar características que provocam a evasão, o que nos permite desenvolver ações mais assertivas, em tempo menor e de maneira mais automática”, garante.

Sistemas bem estruturados

O diretor de Operações do EAD da Unicesumar, Chrystiano Mincoff, comenta que personalizações no sistema de gestão educacional permitiram automatizar etapas que antes eram feitas manualmente.

Com o Lyceum, assim que a Unicesumar recebe um novo aluno, toda sua vida acadêmica e financeira é automaticamente registrada, respeitando a forma do ingresso ou mesmo a campanha comercial na qual foi enquadrado. “Esse processo era manual e, em períodos de pico de demanda, o estudante demorava alguns dias para ter seu registro e credenciais de acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem”, relata Mincoff.

Silva, pró-reitor de EAD, considera o sistema de gestão educacional Lyceum uma “parte importante na engrenagem” de operação da Unicesumar. “Como ele está voltado ao nosso core business, constantemente buscamos soluções junto à empresa desenvolvedora, que nos permitem trazer inovações tanto para o negócio quanto para os nossos alunos”, diz.

Pensando na instituição como um todo, o Lyceum permite que diversas áreas da IES possam estruturar seu planejamento, já que a ferramenta estabelece parametrizações para cada atividade.

“É importante garantir a confiabilidade dos registros acadêmicos e financeiros”, afirma o diretor de Operações EAD, que ressalta o quão fundamental é atuar de forma criativa em um mercado cada vez mais competitivo e desafiador, do ponto de vista de diferenciação. Na Unicesumar, o Lyceum também foi utilizado para pensar em novas estratégias para alavancar resultados e melhorar a eficiência operacional.

Com presença em todos os estados brasileiros, a instituição totalizava, em 2017, 152 polos de EAD, 90 mil alunos e 3 mil colaboradores. Com a expansão prevista, até março de 2018 serão 350 polos e 120 mil alunos – e, até o final de 2018, deve atingir a marca de 500 polos.

Este artigo foi publicado na edição de setembro de 2017 da Revista Ensino Superior.

A Unicesumar é cliente do Lyceum desde 2004, quando tinha aproximadamente 4.000 alunos. Em março de 2018, a IES atingiu a marca de 20.000 alunos no ensino presencial e mais de 100.00 alunos no EAD.

Em março de 2018, a Unicesumar ganhou o Prêmio Nacional de Gestão Educacional (PNGE), com 60% de aumento em captação de alunos.

sistema de gestão educacional

Post criado 90

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo