relação entre qualidade acadêmica e resultados

Qual a relação entre qualidade acadêmica e resultados financeiros?

Atualizado em

À primeira vista, algumas pessoas podem ter dificuldades para notar a relação entre qualidade acadêmica e resultados financeiros. Apesar disso, eles estão muito mais associados do que as aparências sugerem.

Levando isso consideração, desenvolvemos este artigo. Durante a leitura você também encontrará dicas para realizar uma gestão acadêmica que gere resultados efetivos nesse sentido. Acompanhe!

Como a qualidade do ensino afeta no retorno financeiro?

A insatisfação dos alunos pode estar diretamente relacionada à evasão e à inadimplência. Afinal, aulas de má qualidade, materiais desatualizados e uma gestão acadêmica desatenta podem fazer com que a comunidade acadêmica perca o interesse no curso e, em alguns casos, na instituição.

Aliás, é válido ressaltar que a evasão universitária é um fenômeno bastante problemático enfrentado pelas IES. De acordo com o Censo da Educação Superior de 2016, organizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), a taxa de evasão no ensino superior se manteve constante nos últimos 10 anos: algo em torno de 21% dos alunos matriculados.

Entre os muitos motivos que podem levar um estudante à evasão, estão a má qualidade das aulas, da estrutura oferecida e do ensino, em geral. Ou seja, quando abandonam o curso, os alunos — que também geram custos desde o processo de captação — acabam causando uma influência negativa nos resultados financeiros da instituição, já que muitas ações foram realizadas para mantê-los ali.

Em algumas dessas ocasiões, as consequências podem ser imediatas, já que a evasão pode acontecer em pouco tempo.

A inadimplência, por sua vez, também é bastante problemática, já que pode comprometer a instituição no nível financeiro e impor muitos desafios. A falta de pagamento das mensalidades está ligada a diversos fatores, como crises econômicas e afins. Entre eles também está a insatisfação com o ensino propriamente dito.

Quais são os benefícios de alinhar esses dois objetivos?

Como mencionamos no tópico anterior, a ligação entre esses dois aspectos está diretamente associada à inadimplência e à evasão universitária. Além de diminuir esses índices na sua instituição, existem outros benefícios causados pelo alinhamento entre qualidade acadêmica e resultados financeiros.

Quando um bom ensino e uma boa infraestrutura são oferecidos, a tendência é que os alunos fiquem satisfeitos — o que aumenta a possibilidade de indicarem a IES a outros colegas, fazendo uma espécie de divulgação espontânea.

Além disso, quando esses objetivos estão alinhados, é provável que sua instituição caminhe para uma evolução contínua, já que cada vez mais será possível investir em melhorias acadêmicas e, a partir disso, obter bons resultados financeiros. Com isso, cria-se um ciclo virtuoso, no qual a relação entre ambos auxilia na captação de novos alunos e na boa formação dos discentes.

Quais fatores devem ser observados para otimizar a qualidade de ensino?

A implementação do EAD ou de cursos híbridos e outras inovações do gênero são extremamente bem-vindas. Ainda assim, de pouco adianta pensar nesses termos sem oferecer o básico de forma qualificada aos alunos.

O especialista Gabriel Corrêa, que é gerente de políticas educacionais do Todos pela Educação, reforça essa ideia. Em entrevista concedida ao portal G1, ele diz: “Quando a gente olha para essas escolas que têm mais resultados, a gente não vê coisas ultra complexas e inovadoras não. Tem um ‘feijão com arroz’ muito bem feito”.

guia da gestão educacional

Embora esteja falando especificamente sobre escolas e Educação Básica, é possível adaptar essa noção para o Ensino Superior. Afinal, a qualidade do ensino pode ser aprimorada, muitas vezes a partir de melhorias simples, em aspectos inerentes ao cotidiano de uma instituição.

Por que não repensar as metas e os objetivos traçados no planejamento estratégico ou usar os indicadores para mensurar a real satisfação dos alunos com as aulas e os docentes, por exemplo?

Onde investir para melhorar a qualidade dos serviços prestados?

Infraestrutura

A infraestrutura e o espaço físico estão totalmente ligados à relação dos discentes com o aprendizado. É preciso levantar dados a fim de saber se as salas de aula estão adequadas às demandas acadêmicas de cada curso.

Os laboratórios e as bibliotecas também precisam ser acompanhados de perto. Itens desatualizados prejudicam a qualidade acadêmica, deixando os professores sem o instrumental necessário para executar um plano de aula.

Espaços comuns, como pátios, banheiros e lanchonetes podem ser secundários, mas também carecem de atenção, já que os alunos passam boa parte dos seus dias dentro da IES e necessitam de um ambiente propício para o aprendizado.

Acessibilidade

Infelizmente, boa parte das instituições ainda não se deu conta da importância da acessibilidade. Corrimãos, rampas e outras adequações são essenciais para melhor atender alunos com necessidades especiais. Considere, portanto, a situação de todos os acessos da sua IES, bem como a condição dos banheiros, das salas de estudo e afins.

Tecnologia

As maravilhas que os recursos tecnológicos podem causar em um ambiente educacional são conhecidas por grande parte dos profissionais que trabalham na área. Os benefícios vão desde a sala de aula — se considerarmos as metodologias ativas de aprendizado — até a gestão acadêmica.

Um sistema de controle acadêmico, por exemplo, ajuda a lidar com várias atribuições comuns às secretarias, além de reunir outras funcionalidades relevantes para a rotina de uma IES, como:

  • controle de recebimentos;
  • registro acadêmico;
  • solicitação de serviços por parte do aluno;
  • matrículas e aconselhamentos;
  • lançamento e contabilização de créditos obtidos em outros cursos;
  • avaliação institucional por meio de indicadores de desempenho;
  • trancamento e transferência de curso.

Além disso, investir em computadores e/ou tablets de última geração tende a auxiliar a aprendizagem da comunidade acadêmica. Assim, eles poderão acompanhar as disciplinas utilizando mídias e materiais diversos, recebendo um apoio pedagógico adicional durante aulas.

Corpo docente

A qualidade de uma instituição pode ser mensurada pela capacitação de seus professores. Pesquisas frequentes para saber o que os alunos pensam do corpo docente são muito úteis nesse sentido.

Qualidade acadêmica e resultados financeiros em muito se relacionam. Afinal, alcançar os resultados almejados é um processo muito mais difícil para as instituições que não se prepararam.

Agora que você já sabe mais sobre esse tema, aproveite para assinar a nossa newsletter. Assim você receberá conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.