graduações mais procuradas 2018

Conheça as 10 graduações mais procuradas em 2018

webinar_PIX
Lyceum - Acervo Acadêmico Digital

Conhecer as graduações mais procuradas em 2018 é um dos itens indispensáveis para direcionar, com base em dados, investimentos em sua IES para este e para os próximos anos.

Afinal, a alta competitividade do mercado educacional exige que as IES se debrucem sobre estatísticas e estejam atentas à concorrência. Somente com dados consistentes e metas claras, é possível realizar um planejamento capaz de gerar os resultados esperados.

Pensando nisso, neste post, elencamos as 10 graduações que foram as mais procuradas no último ano. Acompanhe as próximas linhas!

Alguns números sobre o mercado educacional

A alta competitividade na educação superior é ratificada pelo histórico do cenário brasileiro, com a grande maioria das matrículas concentrada na rede privada. Conforme apontam as estatísticas do último Censo do Ministério da Educação (MEC), das 2.448 IES existentes, 87,9% são privadas e concentram 92,4% do total de vagas oferecidas.

A concorrência se torna ainda mais acirrada pelo fato de 90,2% das IES privadas serem de pequeno e médio porte, das quais 82,5% são faculdades. Essas, no entanto, concentram apenas ¼ dos estudantes.

Mesmo com a forte concorrência evidenciada por esses números, o censo do MEC trouxe boas notícias. O déficit entre 2014 e 2016 está sendo superado e, em 2017, houve uma variação positiva de 7,3% no número de matrículas (superando a marca de 3,2 milhões de alunos) ― o que demonstra uma recuperação do setor diante dos efeitos da crise econômica.

Essa alta foi impulsionada, sobretudo, pela modalidade EAD, que registrou uma variação positiva de 27,3% entre 2016 e 2017, superando a marca de 1,07 milhão de alunos. Já os cursos presenciais cresceram 0,5% no mesmo período e contam com aproximadamente 2,15 milhões de matriculados.

As graduações presenciais mais procuradas

Os dados a seguir correspondem às estatísticas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), divulgadas em 2018, e correspondem exclusivamente a cursos presenciais. Elencamos os 10 cursos mais procurados, por ordem de cadastros e algumas particularidades em relação ao mercado.

1. Medicina

Período integral

Duração: 6 anos e outros 2 anos de residência médica

Um dos cursos mais concorridos, o bacharelado em Medicina exige investimento alto, tanto por parte das IES quanto dos alunos. Apesar da forte procura por uma vaga, em 2018, o MEC determinou o veto de 5 anos à abertura dos novos cursos de Medicina no Brasil. O objetivo da medida é aferir o grau de qualidade da formação médica.

2. Administração

Período parcial

Duração: 4 anos

Curso tradicional em muitas IES, é sempre um bom investimento. Oferece formação abrangente para que os profissionais tenham uma gama de conhecimentos e ferramentas que lhes proporcionará versatilidade suficiente para trabalhar na administração e gerenciamento de empresas.

Como o mercado financeiro está otimista para 2019, injetar recursos no curso de Administração ainda pode ser uma boa alternativa.

3. Direito

Período parcial ou integral

Duração: 5 anos

As novas demandas da sociedade e do próprio mercado estão ampliando as áreas de atuação dos profissionais de Direito. Por isso, antes mesmo das especializações, é preciso oferecer formação abrangente, focada nas novas tecnologias, relações de negócios contemporâneas, direitos humanos e de família, entre outras abordagens pertinentes.

4. Pedagogia

Período parcial

Duração: 4 anos

Embora o foco seja a licenciatura de professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, além das questões concernentes à sala de aula, o curso de Pedagogia também possibilita ao profissional exercer cargos de coordenação e direção, bem como atuar em consultorias educacionais e ocupar cargos públicos.

Por isso, de olho no mercado atual, o ensino deve enfatizar os novos paradigmas da educação, tecnologias e ferramentas de trabalho, a fim de aumentar o dinamismo e a relevância do curso.

5. Educação Física

Período parcial

Duração: 4 anos

Com a onda de vida saudável, a proliferação de espaços destinados à prática esportiva e a atenção à qualidade de vida no trabalho, a educação física também está em alta. Além da formação em bacharelado, oferece licenciatura para que o profissional dê aulas.

Lei Geral de Proteção de Dados

As melhores instituições de ensino superior com cursos na área de educação física contam com infraestrutura arrojada para a prática esportiva, laboratórios de anatomia e até clínicas onde os alunos podem estagiar. O foco para vencer a concorrência é modernizar equipamentos, capacitar os professores e atualizar o currículo de acordo com as demandas de mercado.

6. Enfermagem

Período parcial ou integral

Duração: 4 anos

Principalmente em tempos de crise, a área de saúde é vista como um porto seguro para muitos alunos.

Além da assistência hospitalar e obstetrícia, o profissional também pode se especializar nas áreas geriátrica, de resgate, prevenção da saúde, educação, segurança do trabalho e consultorias.

Assim como o currículo e estrutura tradicionais, modernizar o ambiente pedagógico e fazer parcerias com hospitais renomados pode contribuir muito para a visibilidade do curso.

7. Ciências Biológicas

Período parcial

Duração: 4 anos

As questões ambientais e políticas de preservação da natureza têm aberto novas oportunidades de trabalho, além da licenciatura. Por isso, o curso deve ser capaz de dar a melhor formação para que o futuro profissional tenha condições de trabalhar em áreas como:

  • gestão do meio ambiente e biodiversidade (auditoria ambiental, área pública, fiscalização etc.);
  • saúde (aconselhamento genético, reprodução assistida, produção de kits biológicos etc.)
  • biotecnologia e produção (bioinformática, biologia molecular, biossegurança etc.).

8. Psicologia

Período parcial integral

Duração: 4 ou 5 anos

Para que o curso de Psicologia esteja atrelado às demandas de mercado, o ensino deve ter atenção uma formação inicial teórica e prática plena que capacite o profissional a atuar nas seguintes áreas:

  • clínica;
  • esportiva;
  • hospitalar;
  • educacional;
  • psicomotricidade;
  • jurídica;
  • organizacional e do trabalho;
  • saúde;
  • profissional.

Para isso, é importante que a infraestrutura do curso ofereça laboratórios, clínicas de atendimento à população, e proporcione o encontro constante entre os alunos e profissionais renomados, a fim de promover debates consistentes e atualizados com as questões contemporâneas.

9. Ciências Contábeis

Período parcial

Duração: 4 anos

Um dos maiores desafios das empresas é a organização financeira. Nesse sentido, a empregabilidade do contador é alta. Para tanto, o curso deve ser capaz de estar atualizado com as mais recentes teorias e ferramentas que dão suporte ao profissional, sobretudo, para que ele enfrente o mercado de trabalho.

10. Medicina Veterinária

Período parcial ou integral

Duração: 5 anos

O curso deve oferecer capacitação plena para que os profissionais trabalhem em 5 grandes áreas:

  • clínica e cirúrgica;
  • produção animal;
  • agronegócio;
  • saúde pública, vigilância e inspeção;
  • ensino e pesquisa.

Para tanto, os melhores cursos dispõem de ampla estrutura para atividades práticas, como laboratórios, clínicas e hospitais universitários, desenvolvimento de pesquisas e parcerias com empresas.

Um breve panorama do EAD

A modalidade EAD disponibiliza uma estrutura que, por ser muito mais flexível em relação ao ensino presencial, possibilita vasta oferta de cursos.

Para que você possa fazer um comparativo com os cursos presenciais mais procurados, elencamos a seguir um ranking por área do conhecimento de matrículas em cursos EAD regulamentados, de acordo com o Censo EAD.BR 2017-2018 da ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância). Confira:

  1. Ciências Sociais Aplicadas;
  2. Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes;
  3. Outros (cursos de linguagem específica);
  4. Gestão de Negócios;
  5. Ciências Exatas e da Terra;
  6. Ciências da Saúde;
  7. Engenharias;
  8. Informação e Comunicação;
  9. Militar;
  10. Segurança;
  11. Ciências Biológicas;
  12. Ciências Agrárias;
  13. Turismo, Hospitalidade e Lazer
  14. Desenvolvimento Educacional e Social
  15. Controle e Processos Industriais;
  16. Ambiente e Saúde;
  17. Produção Alimentícia;
  18. Produção Cultural e Design;
  19. Recursos Naturais;
  20. Produção Industrial;
  21. Produção Alimentícia;
  22. Infraestrutura.

Agora que você já conhece as graduações mais procuradas em 2018, além da análise de mercado, é fundamental ter segurança e estratégia na administração de sua IES.

Para tanto, é indispensável abraçar de vez a tecnologia e adotar sistemas de gestão educacional, capazes de permitir uma visão integral de todos os processos internos. Isso possibilitará, entre outras coisas, desenvolver estratégias de captação de alunos, controle da inadimplência, desempenho pedagógico, gestão de pessoas e melhor atendimento.

Este conteúdo foi útil? Então, fique conosco mais um pouco e leia este outro artigo sobre inovação tecnológica no ensino!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Parceiros