Como gerenciar e melhorar os resultados de uma Instituição de Ensino Superior (IES)?

Gerir uma Instituição de Ensino Superior (IES) não é, certamente, uma tarefa fácil. Ainda assim, certas recomendações podem ser aplicadas para gerenciar e melhorar os resultados obtidos nos indicadores de desempenho e afins.

Pensando nisso, elaboramos este artigo. Ao longo do texto, você encontrará algumas dicas práticas para aplicar em sua instituição, como alinhar as ações ao PDI, envolver os colaboradores e assim por diante. Continue a leitura até o fim para saber mais respeito do tema.

Alinhe as ações da instituição de ensino com seu PDI

O PDI nada mais é do que o Plano de Desenvolvimento Institucional. Ele é um documento no qual são definidas as missões e estratégias da IES. Trata-se de uma exigência nos processos de avaliação institucional, de cursos e órgãos de fomento.

Portanto, é fundamental que esteja bem redigido e contenha informações institucionais relevantes, já que ele é uma exigência para a IES, auxiliando na definição de objetivos para médio e longo prazo. Além disso, ele serve como um parâmetro para as avaliações internas e externas.

Vale ressaltar que ele deve ser criativo e conter propostas inovadoras, mas sempre ser fundamentado e levar a realidade em consideração, bem como suas propostas de mudança. As diretrizes de elaboração indicam os seguintes eixos temáticos como essenciais:

  • implementação da instituição e organização acadêmica;
  • corpo docente;
  • corpo discente;
  • instalações acadêmicas, sustentabilidade ambiental e infraestrutura física;
  • autoavaliação institucional;
  • corpo técnico administrativo;
  • projeto pedagógico institucional;
  • perfil institucional;
  • atendimento às pessoas com deficiência;
  • sistemas de informação;
  • sustentabilidade financeira e demonstrativo de capacidade;
  • organização administrativa.

Nesse sentido, alinhar as ações ao PDI é uma forma de seguir um planejamento documentado, que abrange as diversas esferas responsáveis por compor uma IES.

Envolva os docentes e os gestores na elaboração de planos de ação

Desenvolver um plano de ação a fim de diminuir a evasão universitária, entre outros objetivos, por exemplo, tende a ser bem mais efetivo quando docentes, gestores e outros colaboradores se envolvem com a sua elaboração. Afinal, são eles os agentes que se relacionam diretamente com a comunidade acadêmica e com o cotidiano da instituição.

Reflita: de pouco adianta contar com as melhores consultorias de educação sem a participação de quem vive o dia a dia da IES. Sendo assim, é fundamental tomar as devidas providências para estimular o envolvimento desses profissionais. Assim, é mais provável que o planejamento esteja de acordo com a realidade institucional mencionada no tópico anterior.

Outro benefício evidente causado por essa construção coletiva é a contribuição advinda de diferentes perspectiva e vivências profissionais — áreas distintas podem unir suas visões em prol de planos valiosos.

Docentes contribuem, geralmente, com um olhar mais teórico sobre o tema, trazendo apontamentos sobre a sala de aula e o fazer pedagógico propriamente dito. Os gestores, por sua vez, auxiliam mais em aspectos administrativos e regulatórios.

Fortaleça e dê foco para as ações das pessoas dentro da IES

Poder contar com os melhores talentos é um privilégio não só na educação, mas também em outros setores. Sendo assim, é mais do que necessário dar foco às atitudes e propostas elaboradas pelos colaboradores que estão dentro da IES.

Todos estão sujeitos a erros e acertos mas, apesar disso, aqueles que já trabalham na instituição, estão mais próximos de sua realidade. Portanto, é mais provável que conheçam os pontos fortes e aqueles que carecem de melhorias.

Evidentemente, isso não significa que a opinião externa não seja bem-vinda. Pelo contrário, é ótimo saber o que pensam outros profissionais. Ainda assim, ao elaborar uma estratégia de captação de alunos, por exemplo, vale a pena escutar o que os colaboradores têm a dizer.

Crie uma filosofia de melhoria constante entre toda a comunidade acadêmica

Uma vez que docentes, gestores e outros profissionais de dentro da IES estão comprometidos com o PDI, com o planejamento acadêmico e com outras ações, é imprescindível estabelecer uma filosofia institucional voltada à melhoria constante.

No entanto, há a necessidade de que essas determinações atinjam todas as pessoas. Por isso, é preciso que todos se comprometam com as metas estipuladas e com os objetivos comuns a todos os setores.

Esse tipo de medida é útil para promover a integração entre os membros da comunidade acadêmica, e os alunos também se incluem nesse coletivo. Um sistema de controle acadêmico, por exemplo, pode ser utilizado para oferecer facilidades cotidianas aos estudantes, estimulando-os a participar dessa filosofia.

Enfim, o aperfeiçoamento contínuo é um objetivo mais fácil de ser alcançado quando há um esforço feito por diferentes atores. Dessa forma, se todos estão envolvidos, é possível almejá-lo com maior embasamento.

Auxilie na priorização de ações para corrigir o que for necessário

Além de uma filosofia e das ações corretas, gerenciar e melhorar resultados depende de correções. Afinal, ao sair do papel, nem todos os planos trazem o retorno esperado inicialmente.

Por conta disso, é essencial priorizar ações para corrigir o que for necessário. Sistemas como o Lyceum, são pensados exatamente para melhorar o desempenho de diversos indicadores educacionais ligados à IES. Com ele, é possível olhar para o futuro, assegurar resultados sustentáveis e identificar quais setores realmente precisam de melhorias.

A ideia é que, aos poucos, todos os pontos insatisfatórios sejam devidamente contornados. A partir das indicações feitas pela tecnologia, é possível pensar em estratégias para captar mais alunos e reduzir a inadimplência, por exemplo. Em longo prazo, essas modificações tendem a impactar a instituição como um todo, originando uma qualidade acadêmica de excelência e reconhecida pelas entidades educacionais mais relevantes do país.

Sendo assim, procure alternativas para saber exatamente o que precisa ser melhorado em sua instituição. Muitas vezes, são esses pontos que guardam uma oportunidade de crescimento institucional, fazendo com que a IES cresça na visão dos alunos, dos docentes e do público em geral.

Gerenciar e melhorar os resultados de sua IES pode não ser um processo simples. De qualquer modo, ele também não é inalcançável e, com um bom planejamento e as ferramentas ideais, é possível atingir essa meta.

Agora que você já sabe o que fazer, entre em contato conosco — nós podemos ajudar sua instituição a ter resultados melhores!

Post criado 177

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo