engajar alunos e professores

Aprender e ensinar: como engajar alunos e professores?

Com o passar do tempo, e principalmente influenciadas pelo avanço da tecnologia, várias formas de comunicação antes consideradas unilaterais se tornaram mais dinâmicas.

As funções de emissor e receptor ficaram mais modernas tanto em programas de TV e rádio, por exemplo, quanto na própria relação de aprendizado. Engajar alunos e professores, para que possam aprender e ensinar, é um dos novos interesses das instituições de ensino por trazer benefícios importantes.

Neste artigo, você vai entender a importância de se estabelecer essa boa relação de troca e receber dicas de como promover esse engajamento com a ajuda da tecnologia, trazendo vantagens para professores, alunos e instituições. Boa leitura!

Por que construir uma boa relação entre alunos e professores?

O ambiente escolar deve ser um espaço que, além do aprendizado, também promova bem-estar, conforto e outras sensações positivas a todos os que nele convivem. Uma boa relação entre alunos e professores, portanto, é fundamental para construir um ambiente saudável e deve ser pautada em diálogo, respeito e igualdade.

Esse conceito de igualdade está ligado ao fato de que a imagem imponente e inalcançável do professor e o estereótipo de frágil e inferior do aluno podem prejudicar o aprendizado de ambos.

Em muitos casos, o aluno deixa de tirar dúvidas ou entender por completo um conceito por ter medo de perguntar ou se manifestar. Por outro lado, um professor desengajado com a turma pode ter dificuldades para se expressar de maneira dinâmica e garantir o a construção do conhecimento dos alunos.

Como essa relação de troca pode ser tão importante?

A ideia de que professores só ensinam e alunos só aprendem é arcaica. Todos nós somos capazes de obter aprendizado a partir das mais diversas experiências e repassá-lo de alguma forma. Por isso é tão importante engajar alunos e professores, além de promover esse conceito de igualdade: dessa forma, eles se sentem mais à vontade para aprender e ensinar.

Essa relação de troca, no entanto, não existe se não houver disposição e sinceridade. O professor deve ser totalmente livre para apresentar seus pontos negativos e tentar melhorá-los, assim como os alunos precisam falar sobre suas fraquezas. Só assim é possível haver uma evolução. É dessa maneira, no dia a dia, que o aprendizado mútuo é promovido.

De que forma a tecnologia pode ser uma aliada?

A tecnologia mudou as formas de comunicação e interação entre as pessoas ao longo dos últimos anos, e a educação também foi afetada. Por isso, não há motivo para ignorar essas mudanças ou deixar de investir nelas. A internet, hoje, é um dos principais canais para promover o aprendizado e o engajamento entre professores e alunos e apresenta a grande vantagem de ser cada vez mais acessível a todas as pessoas.

A internet permite que a educação seja ampliada, pois oferece novas metodologias, plataformas e abordagens. Dessa forma, os alunos se tornam mais engajados e dispostos a participar, o que causa um impacto direto no aprendizado. Por outro lado, professores conseguem colocar em prática alternativas mais modernas e dinâmicas de ensino, aumentando a eficácia da mensagem que se deseja passar à turma.

Assim como métodos arcaicos de ensino podem não mais atrair os alunos, o uso de novas tecnologias também pode fazer com que eles se dispersem e tenham dificuldades de concentração. Por isso, para criar um ambiente virtual de aprendizagem, é fundamental um bom planejamento e, claro, o uso da criatividade.

Como engajar alunos e professores?

A seguir, listamos as principais dicas que você deve seguir para aumentar o engajamento entre professores e alunos, com base no que a tecnologia oferece. Confira:

Utilize canais adequados de comunicação

O quadro-negro e o caderno não são mais os únicos instrumentos de comunicação e aprendizado. Em alguns casos, eles nem são mais usados. Para engajar alunos e professores e aumentar a eficácia dessa troca de aprendizado, é necessário se atualizar e aproveitar o que a tecnologia oferece de melhor.

As redes sociais são aliadas importantes na comunicação, pois é onde a grande maioria das pessoas está presente e atuante. Por isso, nada mais correto do que unir o útil ao agradável: criar grupos para interação no WhatsApp e perfis para dicas e informações no Facebook, por exemplo, além de engajar alunos e professores, são ações que podem melhorar o relacionamento entre eles.

Outra dica é utilizar um bom sistema de gestão escolar, no qual é possível obter informações, otimizar processos, realizar atendimentos, gerar relatórios, publicar materiais, fazer interações e muito mais. Com  isso, alunos e professores economizam tempo e interagem sem ter de sair de casa.

Invista em um tratamento individualizado

Apesar de toda essa mudança promovida pela tecnologia e pela internet, a relação interpessoal entre professores e alunos ainda deve seguir preceitos clássicos como educação e respeito. E o tratamento individualizado de cada aluno é indispensável por dois motivos:

O primeiro é porque cada pessoa tem uma personalidade, um perfil próprio e uma maneira distinta de aprender e lidar com as coisas. Assim, tratá-la como todas as outras não é uma atitude indicada porque seu desempenho também não será igual. O segundo é porque desenvolver essa relação de proximidade amenta a confiança e o aprendizado, tornando esse processo muito mais fácil e eficaz.

Estabeleça uma comunicação aberta e de confiança

Reconhecer erros é uma atitude importante para qualquer pessoa, e professores não estão a salvo disso. Por isso, é necessário propiciar espaço para feedbacks e diálogos, deixando claro para os alunos que a comunicação entre eles pode ser feita de forma aberta e bem clara.

Todo relacionamento é uma troca, e assim como professores e alunos podem tanto ensinar como aprender, ambos precisam melhorar em algum aspecto e também têm algo a dizer que pode ajudar o outro.

O educador tem um papel muito importante na vida do aluno, e a imagem dele não pode ser vista como a de um inimigo, inflexível e imponente. Pelo contrário, engajar alunos e professores traz benefícios para ambos, e isso pode ser feito com a ajuda da tecnologia.

Que tal conhecer o Lyceum? Entre em contato conosco agora mesmo!

O Lyceum não é apenas um sistema de gestão educacional. Ensinamos e aprendemos com grandes instituições de ensino como FGV, Insper, Albert Einstein, Universidade Positivo, Unip, Unicesumar, Colégio Miguel de Cervantes e Rede Marista Centro-Norte. Com esse aprendizado, temos o know-how para elevar o patamar de entendimento da gestão das instituições, as preparando para liderar o desenvolvimento de um dos pilares mais importantes da sociedade, a Educação.

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo