As principais tendências para a educação do futuro

Muitos professores se questionam sobre as principais mudanças na educação para os próximos anos. Em um cenário no qual a tecnologia e a interatividade estão cada vez mais presentes, é necessário procurar formas de adaptar os métodos de ensino, enxergando os alunos de forma individual, sabendo identificar quais são habilidades e dificuldades pessoais de cada um.

Diante disso, separamos 5 tendências que poderão ser vistas no ambiente educacional durante a próxima década. Confira abaixo quais são elas e prepare-se da melhor forma possível:

1 – Introdução cada vez maior do pensamento crítico

O desenvolvimento do pensamento crítico nos alunos já é presente no planejamento de ensino de muitas escolas e só tende a aumentar, principalmente na alfabetização dos estudantes. Com isso, as turmas serão instigadas a ler e escrever cada vez mais de forma a desenvolverem a habilidade de analisar situações criticamente.

2 – Conhecimentos compartilhados

As avaliações podem passar a medir cada vez menos os alunos pelo nível de conhecimento, passando a priorizar a identificação das suas principais dificuldades e habilidades. O ensino compartilhado é algo que pode se tornar bastante comum no ambiente educativo, sobretudo por meio dos recursos digitais e de comunidades online, por exemplo.

3 – Mudanças no padrão de ensino

Se hoje muitas escolas ainda insistem no método de ensino focado apenas na quantidade de informações absorvidas, dando muita relevância a notas e pontuações, a tendência é que, no futuro, esse padrão sofra cada vez mais mudanças. Diante desse novo cenário, o método de educação passa a ter com o principal objetivo fazer com que o estudante saiba aplicar as informações que aprendeu, analisando e refletindo sobre elas. Essa nova abordagem de ensino passa a se concentrar na consciência sobre aquilo que se aprende.

4 – Surgimento de novos conteúdos

Em um novo cenário, áreas do conhecimento como exatas, humanas e biológicas têm a chance de se misturarem cada vez mais. Isso pode levar ao surgimento de novas matérias, que podem mesclar mais de uma delas, como se estivessem unificadas, desenvolvendo novas habilidades nos estudantes. Contudo, isso não significa que as matérias tradicionais serão abandonadas do plano de ensino.

5 – Tecnologia cada vez mais presente

Sem dúvida, essa mudança já é bastante observada atualmente e tende a aumentar. O crescente uso de aplicativos para celular cria muitas possibilidades de aprendizado, podendo colaborar para a construção de um ensino mais personalizado, adaptando-se a cada estudante de uma maneira diferente.

Fonte: Universia Brasil

Deixe um comentário