Faculdades dão descontos de até 50% para atrair novos alunos

As instituições privadas travam disputa acirrada por novos alunos, oferecendo benefícios e buscando alternativas de crédito

Bolsas para os melhores alunos, descontos de até 50% ao longo de todo o curso ou que variam com a pontuação obtida no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem.  Em um ano de crise econômica e após as mudanças que resultaram na diminuição de alunos contemplados pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), as faculdades privadas travam uma  disputa acirrada por novos alunos, oferecendo benefícios e  buscando alternativas de crédito estudantil.

De acordo com o professor Carlos Joel Pereira, presidente da Associação Baiana de Mantenedoras do Ensino Superior (Abames), as dificuldades para as faculdades começaram já no início deste ano. “Os sinais da crise econômica e, posteriormente, de governo, causaram as alterações no Fies, o que restringiu a  concessão do benefício para novos alunos e impactou diretamente nas instituições de ensino superior”.

Segundo ele, não é possível estimar o percentual de inadimplência nas faculdades antes do fim do semestre, mas a Associação aponta para um cenário negativo. “Estamos percebendo uma tendência de abandono dos alunos que pagam a mensalidade diretamente, ou seja, que não contam com nenhum tipo de financiamento”, revela.

As armas
Para fugir desse contexto, o Centro Educacional Jorge Amado – Unijorge   está oferecendo diversas condições especiais para novos alunos, com abatimentos que valem por todo o curso.  “No mês de dezembro, os estudantes que ingressarem pelo vestibular e tiverem mais de 450 pontos no Enem garantem 50% de desconto na matrícula e podem obter até 40% de redução durante todo o curso”, afirma Davino Portugal, diretor de Marketing da instituição.  De acordo com ele, na Unijorge, o aluno pode obter financiamento estudantil no dobro do tempo do curso a juros zero e fazer cursos de liderança e de inglês de forma gratuita. “Nossa política de descontos objetiva apoiar os alunos novos neste período de crise”, completa Portugal.

Conceder mais desconto para os melhores alunos é a estratégia adotada pela Universidade Salvador – Unifacs, para atrair novos alunos. Recentemente, a instituição realizou o Vestibular TOP 50, ofertando isenção de 100% no curso para os 50 melhores colocados no processo seletivo.

“Quem entra pelo Enem pode conseguir entre 10% e 30% de desconto na mensalidade durante todo o curso”, declara Luciano Romano, gerente comercial da Unifacs. “Adotamos o conceito de meritocracia. No nosso vestibular internacional, por exemplo, os dez melhores alunos ganham bolsa para estudar gratuitamente por um semestre no exterior”, diz Romano. A instituição também tem condições especiais para alunos oriundos de transferência externa e aqueles que já são diplomados e querem iniciar um novo curso.

Estratégias
A preocupação social é um dos compromissos da  Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Por meio do Programa Saúde e Educação (Prosae), a faculdade visa contribuir para a democratização do acesso ao ensino superior. Pelo programa, os alunos podem obter até 50% de desconto nas mensalidades dos cursos de Psicologia, Fisioterapia, Biomedicina, Educação Física, desde que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas. Portadores de diplomas em Pedagogia também pagam até 40% menos na mensalidade de alguns cursos, por meio de matrícula especial.

A questão social também é uma preocupação da Universidade Católica do Salvador – UCSal. A instituição realiza o Vestibular Social, no qual alunos de baixa renda passam por uma avaliação socioeconômica e podem conseguir descontos de até 50%. Para manter os estudantes na casa, a UCSal também tem outras opções de financiamento. “Como a quantidade de alunos que tinham Fies reduziu bastante, firmamos parcerias com o Fundacred, no qual os estudantes pagam 50% da mensalidade durante o curso e os outros 50% após a conclusão, quase sem  juros”, declara Silvana Carvalho, pró-reitora de Graduação da UCSal.

A Fundação Visconde de Cairu também possui um plano B nas mesmas condições para que os alunos continuem estudando. Quem não conseguiu o Fies,  ou bolsas pelo Programa Universidade para Todos – Prouni, pode optar pelo Programa  de Bolsas de Estudos Reembolsável, criado para  atender aos estudantes  que não têm condições financeiras suficientes para arcar com o valor total  das mensalidades.

Outra opção de financiamento que tem sido bastante adotada pelas faculdades é o crédito Pravaler, no qual o estudante paga metade do valor do curso pelo  dobro de tempo, corrigido apenas pela inflação do período de vigência do empréstimo estudantil.

Cabo de guerra
Quem oferece mais benefícios pode conseguir aqueles alunos que estão pensando em mudar de faculdade, mas ainda não sabem para onde ir. É  nesse contexto que  a  Faculdade da Cidade do Salvador e a Faculdade de Tecnologia e Ciências traçaram suas estratégias. Nas duas   instituições, estudantes que entram pela  transferência externa  podem  escolher entre dois semestres gratuitos ou 20% de desconto nas mensalidades do curso.

Já a Faculdade 2 de Julho valoriza a prata da casa. Ex-alunos do Colégio 2 de Julho ou formados pela própria instituição pagam 25% a menos durante todo o curso. Quem já tem diploma ou vem de outras instituições têm desconto de 20%.  No Centro Universitário Estácio da Bahia – Estácio FIB, o aluno que vai cursar a segunda graduação ou que está trocando de faculdade pode ter redução de até 25%.

Fonte: Correio 24 horas

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo