Citi Corretora comenta ações educacionais e questiona: “setor ficará de castigo até 2016?”

A Citi Corretora divulgou relatório em que atualiza suas estimativas para as companhias educacionais na bolsa brasileira. O título do relatório já deixa clara a visão da equipe de análise sobre o tema: “O setor ficará de castigo até 2016?”. A recomendação dos analistas para os papéis da Anima (ANIM3), Estácio (ESTC3), Kroton (KROT3) e Ser Educacional (SEER3) é neutra e de alto risco. Mesmo assim, os analistas elevaram o preço-alvo dos papéis da Kroton e da Anima e cortaram o das outras duas companhias.

A instituição financeira afirma que, apesar de os resultados do primeiro trimestre de 2015 terem vindo acima dos esperado, os impactos com as mudanças no FIES, programa de financiamento estudantil do governo federal, devem começar a ficar visíveis somente a partir do segundo semestre desse ano.

Em relação à Anima, os analistas destacam que as atuais incertezas fazem com que exista um espaço limitado para a expansão de múltiplos e, consequentemente, uma performance positiva da ação. Mesmo assim, a companhia está exposta aos mercados mais importantes com boas marcas e cursos de alta qualidade, aponta a instituição financeira. O preço-alvo do papel foi de R$ 22,70 para R$ 25,30.

Sobre a Estácio, o principal comentário é que, apesar dos múltiplos estarem mais baixos que a média histórica, não há expectativa de que eles retornem para seus níveis históricos, por conta dos riscos regulatórios mais fortes do setor. Além disso, o ambiente macroeconômico não favorece uma expansão dos múltiplos.

Já a respeito da Kroton, mais uma vez o comentário é sobre os múltiplos abaixo da média, mas também não é esperada uma melhora ou recuperação. O principal risco para a ação envolve mudanças na estrutura do setor de financiamentos. Mesmo assim, o preço-alvo do papel foi elevado de R$ 12,70 para R$ 14,00 por ação.

Por fim, o comentário sobre a Ser Educacional é que a companhia pode ter seu número de novas matrículas reduzidas por conta do cenário atual, apesar da baixa penetração do ensino superior no Norte e Nordeste do Brasil.

Fonte: Infomoney

 

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo